Total de visualizações de página

31 de dezembro de 2009

Feliz Ano Novo

Quero através destas simples palavras,desejar ao Prefeito Galo Índio, ao seu vice Sérgio,ao secretariado,e aos leitores deste blog, Sucesso total em 2010, com muita paz,harmonia, e realizações.
Não interessa o passado, apenas que tenhamos coragem para recomeçar...Se erramos pedimos perdão, se falhamos,vamos tentar recuperar, se acertamos, ótimo,mas devemos procurar melhorar. No mundo atual. competitivo,e extremamente capitalista,qualquer erro,falha ou com acertos parciais, tem de ser revisto, com extrema urgência.
Cobrar dos responsáveis pelos erros ,é hoje uma prática comum nas empresas privadas. Até com a perca do emprego,quando o erro transforma -se em prejuízo real para a empresa.
Infelizmente na Administração Pública, ainda padecemos de pessoas responsáveis,e que busquem a moralidade nas Administrações. Vejamos alguns casos específicos de Alvinópolis,que apesar de não serem de responsabilidade do Prefeito atual,deveriam merecer atenção especial para evitar mais prejuízos ao erário.
Já comentei em blogs anteriores, sobre o prédio da Rua Fonseca, ainda sem destinação, do projeto de Ginásio Poliesportivo, do Parque de Exposições,ainda sem solução.
Agora, vejo com espanto, cobranças sobre a urbanização do Bairro Dr Mário França. Em todo lugar, um loteamento, antes do seu registro,não é considerado área urbana, e paga apenas ITR, ou seja um pequeno imposto territorial.
Por ocasião do loteamento, é enviado um projeto á Prefeitura local,para aprovação, que deve conter no mínimo : abertura e pavimentação das ruas, eletrificação,meio fio,rede de agua e esgoto, além de espaços destinados á praças,e órgãos públicos,sendo estes negociados antes da aprovação,uma vez que a praça e prédios públicos,poderão ou não ,serem construídos pela iniciativa privada.
Lembro-me, quando ainda criança, morador da Rua Fonseca, sem meio fio,sem luz (aliás da Fabril),sem calçamento. Por ocasião da urbanização feita pela prefeitura municipal, todos os moradores foram notificados a efetuar o pagamento, respectivo ao melhoramento.
Com relação ao loteamento do Mário França,acredito que os proprietários deveriam entrar em contato com o incorporador,visando buscar as melhorias para o bairro, e não á Prefeitura Municipal,que tem obrigação de administrar para todos,e nunca para alguns.
Evidentemente,que em alguns casos, a responsabilidade municipal vem á tona. Se aprovado um projeto sem critérios, alguém deverá ser responsável. E isto nos devolve aos imóveis com obras paralisadas pela cidade. Penso que a Promotoria Publica deveria tomar providências, e notificar os responsavéis por este abandono,pois trata-se de impostos pagos por contribuintes,e jogados fora por maus administradores.
Contudo, penso que a Administração Galo Índio,se quiser alcançar índices de eficiência iguais ou superiores aos de LULA, e AECIO,deverá fazer um choque de gestão,tentar finalizar estas obras há muito paralisadas,e acrescentar obras reclamadas pela população há muito tempo, tais como a Rodoviária,subsídios para a Faculdade local,um posto do INSS,a construção da cadeia(não dá voto,mas ajuda aos cidadãos alvinopolenses a conviverem com seus familiares), e outros projetos que visam o bem estar da população Alvinopolense,inclusive o asfaltamento para os distritos de Major, Fonseca e Barretos.
Concluindo, penso que após a aprovação do loteamento,e através de cobranças de impostos Municipais, passa a ser de responsabilidade da Administração Pública os serviços de manutenção, e até de ampliação dos serviços prestados, neste caso, não apenas ao loteamento Dr Mário França, mas em qualquer parte da cidade.
Mais uma vez desejo a todos um Feliz 2010,com expectativas positivas quanto a solução de todos os problemas, não só pessoais,familiares,Alvinopolenses,Mineiros,Brasileiros,mas MUNDIAIS.
Paz e Muitas realizações em 2010....

Nenhum comentário:

Postar um comentário