Total de visualizações de página

15 de novembro de 2011

Adversidades...

                           È dificil entender,como uma empresa qualquer, consegue investir milhões em candidatos politicos, e deixar de patrocinar, eventos culturais,esportivos,que beneficiam uma grande parte da população. 

                            No futebol, em um festival de Música,nos campeonatos de  peteca, bicicleta,corridas, sempre haverá possibilidade de divulgar a imagem da empresa, como ecólogicamente correta, ao invés de  contribuições politiqueiras, que visam tão somente retorno em beneficios próprios,e causando sérios prejuizos á população.

                             Se temos hoje em dia, campanhas contra o desmatamento,contra a poluição dos rios,contra os restos industriais que destroem a natureza, deveriamos ter também, restrições ás empresas que investem em propagandas obscuras, como os investimentos em candidatos politicos,que visam tão somente retorno em beneficios. Sou totalmente favoravel, á criação de um fundo partidário,com contribuições dos afiliados, e até do próprio governo,para as campanhas politicas.

                               Além das empresas sérias,que não deveriam contribuir para a ``compra`` de beneficios,também deveriam ser extintas as ONGs,cujos objetivos são extorquir dinheiro público,para aplicação em causa própria de alguns politicos,tais como os últimos acontecimentos envolvendo ministros e funcionários do governo. Dificil de administrar estas poderosas correntes, ?... Sim... Mas se nós eleitores,conseguirmos entender que cada centavo de imposto desviado, está comprometendo a saúde, a educação, a segurança, sua e de toda a sua familia,certamente ficará mais fácil, nos tornarmos os FISCAIS DA CORRUPÇÃO. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário